• Assimmt

PRAGAS E DOENÇAS - Vazio sanitário do algodão começa em Mato Grosso

Para a próxima safra, a previsão é de crescimento da área destinada à cultura no estado



O vazio sanitário do algodão teve início em Mato Grosso. Nada pode ser plantado durante 60 dias e quem não cumprir a regra leva multa. A medida fitossanitária busca diminuir a proliferação de pragas e doenças na cultura na próxima safra, que tem expectativa de aumento de área plantada.

No primeiro dia de outubro, a proibição teve início nas regiões de Campo Verde, Rondonópolis e Primavera do Leste. Por lá, a ausência de plantas vivas segue até 30 de novembro. Na última terça-feira, 15, foi a vez das regiões de sorriso, Lucas do Rio Verde e Sapezal, onde o vazio segue até 14 de dezembro.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Tiago Stefanello Nogueira, o algodão tem sido uma alternativa para os produtores da região e ganha cada vez mais espaço. Para a próxima safra a previsão é de crescimento da área destinada à cultura. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), as lavouras devem avançar 2%, chegando a quase 1,140 milhão de hectares cultivados.



Fonte: Canal Rural/Imagem: Reprodução

0 visualização

Assim Mato Grosso

Notícias e opinião. Focado em políticas públicas, social, economia, infraestrutura, meio ambiente, turismo, esportes, cultura,  negócios e mais...

© 2019. Todos os direitos reservados.

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco