• Assimmt

Coronavírus: Davi participa de reunião de emergência no STF para debater ações


Da esquerda para a direita: Davi Alcolumbre, Luiz Henrique Mandetta, Dias Toffoli e Rodrigo Maia/Foto por: Marcos Brandão/Senado Federal

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, participou nesta segunda-feira (16) de reunião de emergência no Supremo Tribunal Federal (STF), com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A reunião foi convocada pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, com o objetivo de debater ações de enfrentamento à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O Brasil já tem mais de 230 casos confirmados.

Mandetta apresentou às autoridades presentes um balanço da disseminação do vírus pelo país e das ações já iniciadas por sua pasta e pelo governo federal.

O ministro da Saúde declarou durante a reunião que as instituições brasileiras precisam continuar funcionando unidas, ao lado da população, para que sejam tomadas “todas as medidas coletivas que consigam amenizar o estresse e, com certeza, vamos aprender muitas lições para que, após o término desta epidemia, a gente comece um mundo diferente, um mundo mais igualitário, mais equilibrado”.

Na avaliação de Mandetta, sessões da Câmara, do Senado, do STF e de outras instituições podem continuar por enquanto, mas ele sugeriu que se use o máximo possível os meios eletrônicos para realizá-las. Ele também descartou, até o momento, o fechamento de fronteiras.

— Será duro, sim. Não será fácil para ninguém. Nós vamos atravessar isso juntos, tomando as melhores atitudes, baseados nas melhores evidências — disse Mandetta à imprensa, após a reunião.

Também participaram do encontro os ministros do Supremo Luiz Fux, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Gilmar Mendes; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o procurador-geral da República, Augusto Aras; ministros e representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), da Advocacia-Geral da União (AGU), do Superior Tribunal de Justiça (STJ), do Superior Tribunal Militar (STM) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Fonte: Agência Senado

0 visualização

Assim Mato Grosso

Notícias e opinião. Focado em políticas públicas, social, economia, infraestrutura, meio ambiente, turismo, esportes, cultura,  negócios e mais...

© 2019. Todos os direitos reservados.

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco